Follow by Email

QUEM SOMOS

ONG voltada ao estudo, pesquisa, divulgação da bioética como uma ética da vida aplicada a todos os campos com uma visão multidisciplinar. Defendemos a biodiversidade, meio-ambiente, desenvolvimento sustentável, as diversidades culturais e sociais, objetivando integrar tudo num pensamento genuinamente latino-americano e buscando soluções.

MISSÃO

MISSÃO

A promoção de atividades de documentação, informação, pesquisa, ensino - aprendizagem, conselhos e desenvolvimento institucional do biológico, cultural e social, de forma coordenada e cooperativa através de projetos de parceria nessas áreas no Brasil e América, e promover a cooperação internacional para esses fins com outras regiões culturais tudo dentro de uma visão transdisciplinar.

domingo, 25 de novembro de 2012

CARTA DE CAMAQUÃ 2012

1º SEMINÁRIO ESTADUAL DE TURISMO GAÚCHO

            Nesta primeira edição do Seminário Estadual de Turismo Gaúcho, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul - Fórum Democrático de Desenvolvimento Regional, realizado pelo Grupo Executivo de Acompanhamento de Debates (GEAD) – Cadeias Produtivas, nos dias 29 e 30 de novembro, na Cidade de Camaquã, apresentamos os resultados dos debates e proposições.
            O Rio Grande do Sul, detentor de rica diversidade paisagística, étnica, gastronômica e outras características, identificadas na Audiência Pública deste GEAD na cidade de Santa Maria, neste ano, mas resgatando os trabalhos do FDDR em anos anteriores, em especial quando debatemos o tema Tradicionalismo (2010), apresenta um potencial turístico ímpar.
            Na questão geológica, temos as quatro litologias – litoral, escudo sul-rio-grandense, depressão central e planalto. Nelas, temos praias, cânions, coxilhas, serra, lagunas e tantas outras paisagens naturais, que são atrativos turísticos.
            Dispomos de uma etnia diversificada, com os povos originários, indígenas predominantemente da “tradição” guarani e os portugueses e espanhóis há meio milênio. Temos também, nos últimos dois séculos, os negros, alemães, italianos, franceses, poloneses, russos, japoneses e outros grupos menores, o que garante uma riqueza de costumes, culinária e outros.
            Mas queremos destacar o amálgama deste “caldo de cultura” gerado no tempo das definições geopolíticas, em que se criou a figura do GAÚCHO, que transcende nossas fronteiras, avançando no Pampa Uruguaio e Argentino.
            Com essas considerações foram propostas:

1.      Realização do 2º Seminário de Turismo Gaúcho da Assembleia Legislativa, em junho de 2013, na cidade de Piratini;
2.      Apoio aos grandes eventos internacionais e nacionais, como o FSM, que tornou o Estado e sua Capital reconhecidos internacionalmente;
3.      Organizar um Seminário de Secretários Municipais de Turismo, através do FDDR-ALRS, no primeiro semestre de 2013;
4.      Organizar uma apresentação do Bioma Pampa durante o Fórum Social Mundial Temático 2013 – Democracia, Cidades e Desenvolvimento Sustentável, em janeiro de 2013, em Porto Alegre;
5.      Propor uma ação mais efetiva do Governo do Estado no desenvolvimento do turismo, garantindo a geração de emprego e renda;
6.      Ampliar a qualificação dos trabalhadores no trade Turístico de nosso Estado;
7.      Gestionar para um incremento na educação formal e informal sobre os potenciais turísticos de nosso Estado;
8.      Incluir no Plano Estadual de Turismo um projeto especial para a região lagunar sul, ligando com o Plano Estadual das Águas – Programa Mar de Dentro;
9.      Ampliar a construção da Marca Gaúcha, acelerando os procedimentos já existentes;
10.  Incentivar o Sistema S – Senac, Sebrae etc;
11.  Recomendar às prefeituras gaúchas a criação de cargos específicos para profissionais de turismo – turismólogos;
12.  Engajamento dos prefeitos nas questões turísticas;
13.  Articular as cooperativas e associações de artesãos no trade turístico, com maior participação da Secretaria do Trabalho e Cidadania e FGTAS;
14.  Fomentar a criação e manutenção de museus nos diversos municípios, garantindo o seu funcionamento nos domingos e dias de maior freqüência;
15.  Incentivar as artes cênicas, a literatura e demais atividades culturais regionais, integrando-as ao trade turismo.

Avalizam esta Carta as seguintes entidades:
  
ASSENAR - Associação de Engenheiros e Arquitetos de São Lourenço do Sul
Associação Brasileira de Turismo Rural do RS
Associação Cavaleiros da Costa Doce
Associação dos Artesãos de Camaquã
Associação Força Verde
Artmidia Comunicações
COOTRAMAR – Cooperativa de Trabalhadores Mar de Dentro
CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing
FAMURS – Federação das Associações de Municípios do Estado do Rio Grande do Sul
FETAG – RS – Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Rio Grande do Sul
Força Sindical
Fórum dos COREDES – Conselhos Regionais de Desenvolvimento – RS
FUNDASUL – Fundação de Ensino Superior da Região Centro-Sul
Grande Oriente
Hotel Bartz
Instituto Girassol
ISCA – Instituto Saberes e Cuidados Ambientais
Ministério da Ciência e Tecnologia
Nova Central Sindical
Núcleo de Pesquisa Histórica de Camaquã
Parque Bento Gonçalves
Prefeitura de Camaquã
Pró-Diversitas
Rotary Club Distrito 4680
Secretaria de Estado do Esporte e Lazer – RS
SENAC RS – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial
Servi Projetos e Cursos
SINDIPEDRAS RS - Sindicato das Indústrias de Joalheria, Mineração Lapidação, Beneficiamento e Transformação de Pedras Preciosas
Sistema OCERGS – Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul
UGT – União Geral dos Trabalhadores
UNIASSELVI – Polos Camaquã, Bento Gonçalves e Missões
UNIERGS – Unidade Educacional do Rio Grande do Sul
UNILASALLE